Spirit Rede Social de Fãs de Animes, Mangás, Músicas e Cultura em Geral

Faça sua conta no Spirit e Observe essa Fanfic, assim você será avisado sempre que tiver alguma novidade, você também poderá deixar seu Comentário estimulando o autor a continuar a Fanfic.

Fanfic Um Novo Sentimento - Capítulo 13

Escrita por ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina, Naruto, Romance
Exibições 414
Palavras 3.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção e Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo em que se passa, não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual, sendo vedada a utilização por outros autores sem minha prévia autorização. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yoo minna! Estou eu de volta com mais um capítulo pra vocês seus lindos!
Caprichei nesse, espero que gostem. Boa leitura

Capítulo 13 - A tal missão secreta


Por baixo da coberta, pegou a mão dele e entrelaçou na dela. Nisso surgiu um breve calor. Calor pela proximidade que eles estavam tendo. Suspiraram fundo. Naruto apertou a mão dela, e assim dormiram, juntos, mais uma vez.

-- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- 

- Você é fraca! Nunca será uma boa líder para nosso clã. Hanabi é mil vezes melhor do que você. Você é muito gentil e delicada. Não suportaria ver alguém morrer. E mesmo se visse ficaria parada sem fazer nada. O heroí da vila não merece alguém tão fracassada quanto você. Ele nunca te amaria...

 

Lágrimas caiam dos olhos fechados de Hinata. Ela se contorcia e gemia baixinho, não por não querer acordar Naruto, mas por não conseguir chama-lo e faze-lo despertar desse horrivel sonho. Mesmo que soubesse ser só um sonho, era atormentador ouvir tantas vozes dizendo essas coisas. Era apenas um simples sonho, mas se sentia horrível. 

Naruto foi acordando aos poucos, ouvindo Hinata chorando e apertando sua mão muito forte. Não estava entendendo o que acontecia, por alguns segundos ficou olhando para o quarto todo para ver o que tinha o feito acordar. 

Sua mão era cada fez mais esmagada pela de Hinata. Ele olhou para ela e viu que a morena suava, chorava e gemia. A respiração da mesma era tão ofegante que chegava a assustar Naruto. Ele se sentou e começou a sacudir o braço de Hinata, para que ela despertasse. Suas primeiras tentativas foram sem sucesso, e isso deixou ele preocupado. Já estava ficando mais nervoso e com isso vermelhões nos braços de Hinata iam aparecendo. 

Os olhos perolados começaram a brilhar, abrindo-os. Hinata levantou rapidamente e abraçou Naruto. Aquilo não o deixou surpreso, e sim tranquilo.

- Todo bem Hina-chan, já passou! Eu estou aqui, nada nem ninguém vai te fazer mal algum. Tudo bem... - o loiro alisava o cabelo preto azulado de Hinata, empurrou-a para olhar nos olhos da menina e viu que ainda estavam cheios de lágrimas, mais já haviam parado de cair. - Vai ficar tudo bem... Não se preocupe! Quer que eu busque um copo de água com açúcar? - queria acalma-la. Ela soluçava baixinho.

- Não... Fique aqui, N-Naruto-kun! O-onegai! - ela o abraçava mais forte, para que ele não saísse.

- Ta bom! Ficarei! - ele deu um beijo no topo da cabeça da morena e continuou alisando o comprido cabelo.

Esperou até que ela parasse totalmente de chorar, mas não soltou-a do abraço nem um minuto. Quando finalmente seu soluço parou, ela se afastou dele, secou o rosto com a retada do pijama marrom e rosa e olhou para ele. Aquele sonho tinha sido realmente muito ruim para ela.

- Arigatou Naruto-kun! Pensei que nunca mais ia acordar daquilo! - ela falou a última palavra com uma certa tristeza. 

- Não precisa me agradecer Hina-chan, é o mínimo que eu pude fazer! O que foi que você sonhou? Quer me contar? - mesmo ainda um pouco preocupado ele estava curioso para saber o que tinha feito a morena chorar tanto.

- Ah... E-era um monte de g-gente falando que eu sou fracassada, que não seria u-uma boa líder, q-que eu sou fraca... Coisas horríveis! N-não consegui ver quem eram as pessoas, ma-mais eram vozes conhecidas...

- Pelo menos você sabe que é tudo mentira (*risos*). - ele disse secando uma lágrima que teimava escorrer pelo rosto claro da menina. - Você é forte, guerreira, da sempre o melhor de si... É gentil, e delicada na medida certa. Daria uma ótima líder do clã Hyuuga! Foi só um horrível sonho, nada do que disseram é verdade! 

Hinata nada disse, apenas sorrio para ele. De um jeito ou de outro ele sempre a deixaria tranquila e confortável. 

Ela não disse a parte do sonho que incluía ele. Não sabia se devia. E se realmente ele não à amasse? E se ela era muito pouco para ele? Isso poderia magoa-la muito, e não queria ouvir ele dizer isso! 

- Só aconteceu isso?! Se aconteceu algo à mais me fale, você verá como eles estavam errados (*risos*)! Você é a terceira mulher que eu mais admiro, sabia?! Então não deve se importar com sonhos bobos! - ele deu uma pequena risada e encarou a morena.

- N-não tem mais nada! E... Terceira?! - ela não ia tocar no assunto, mais queria saber quem estava na sua frente. Uma concorrente talvez? Quem sabe. Ao perguntar fez uma cara de ciumes e um biquinho. Queria saber quem eram as outras duas.

- (*risos*) Sabia que você ia fazer isso! ... Bom, a primeira é a minha rainha... Kushina Uzumaki! - Hinata sorrio e soltou um leve suspiro. - A segunda... é a nossa Hokage! Ela é outra mulher incrível! - dessa vez ele abriu um sorriso... - E você a terceira! Não precisa se preocupar com concorrência (*risos*)! 

A morena corou violentamente e ele riu. 

"Isso quer dizer que... Não... eu entendi direito? Não pode ser..."  - ela quase gritava por dentro, e por fora também. Afinal ele tinha afirmado que ela não precisaria se preocupar em matar ninguém. Ninguém iria interromper. "Mas então quem é aquela garota que ele disse estar interessado quando eu comi rámen na casa dele? Será eu? AHHHHH... Kami-sama!" - o sonho tinha sido bastante tormentoso, mas com as coisas que Naruto havia dito e os seus pensamentos otimistas ela já tinha (quase!) esquecido e estava muito melhor.

Naruto olhou para o relógio que havia no quarto: 4h30. Tinham que tentar dormir de novo. Com o Sasuke de líder na missão provavelmente eles iriam levantar muito cedo para ir atrás da erva. Hinata entendeu quando o loiro olhou para o relógio, mas não disse nada.

- Hina-chan, eu adoraria ficar acordado conversando com você... Mas você sabe como o Sasuke é... Daqui a pouco ele bate na porta acordando a gente para voltar à missão... Então... vamos deitar e tentar dormir de novo? - ele disse segurando a mão dela.

- Hai... vamos sim Naruto-kun! É que eu queria ficar olhando você mais um pouquinho já que vou ter que voltar antes com a Sakura... Mas tudo bem! - ela ficou com um pouco de vergonha por ter dito, assim na cara de pau, que queria admirar ele o tanto que pudesse. Não era muito a cara dela dizer isso.

- Argh... é mesmo... você vai ter que voltar antes... Tinha esquecido disso! - Naruto tinha ficado bravo e um pouco chateado quando Sasuke falou que Sakura e Hinata teriam de ir na frente, sozinhas...

- - Flash Back ON - -

- Sakura e Hinata... Vocês duas vão ter que voltar sozinhas com a erva para Konoha, caso a gente consiga pega-la. Ok? - Sasuke dizia as duas, que estavam atentas.

- O QUE? COMO ASSIM "VÃO TER QUE VOLTAR SOZINHAS"? É ISSO MESMO QUE EU OUVI? VOCÊ FICOU DOIDO SASUKE? - Naruto estava arrumando uma barraca e estava um pouco longe, mais ainda sim conseguiu ouvir e veio correndo, e gritando, para falar com o moreno.

- Naruto, baka, pare de gritar, não sou surdo! E sim... é isso mesmo que você ouviu! Elas vão voltar sozinhas porquê eu e você temos, digamos assim, uma missão extra... Secreta. - respondeu Naruto, e depois, na última palavra, olhou para as meninas.

- Mas dobe, elas não podem voltar sozinhas, é muito perigoso! Ainda mais co...

- Naruto, baka! Nós sabemos nos cuidar, ok?! Fique tranquilo, quando vocês voltarem já estaremos lá, fazendo as coisas que fazemos todos os dias! - Sakura havia cortado o que o loiro estava dizendo, e tentou tranquiliza-lo.

- É Naruto-kun... Tudo bem voltarmos sozinhas, até porquê o Sasuke-kun falou que se tivesse mais alguém atrás da erva, vocês iriam nos proteger primeiro e depois seguiriam a sua outra missão! Esta tudo bem! - Hinata também tentou tranquilizar o loiro, e ela realmente conseguia fazer isso.

Naruto parou, olhou para os três, seguidamente. Olhou para Sasuke de novo que balançava a cabeça, confirmando o que Hinata havia dito.

- (*suspiro*) Então ta bom... Não concordo muito, mas se você falou que vamos protege-las primeiro, então tudo bem! Elas em primeiro lugar em?! - o loiro colocou uma mão na cintura e com a outra balançava na cara do Sasuke.

- Claro! - o moreno deu um tapa na mão de Naruto e se levantou.

- - Flash Back OFF - -

Naruto olhou para Hinata, com preocupação. Ela logo entendeu o porquê da expressão do loiro e logo falou:

- Naruto-kun, vai ficar tudo bem! Eu juro. Não vai acontecer nada comigo ou com a Sakura! Vou dar o melhor de mim. Sabe porquê?

Ele parou, pensou um pouco e então abriu um sorriso.

- Porquê esse é meu jeito ninja de ser! - os dois falaram em uníssono e depois riram. Seus pensamentos eram os mesmos.

Naruto sorridente deu um beijo no rosto de Hinata, sem saber muito porquê. Ela, colocou uma mão no lugar beijado e sorriu para ele.

Ainda era escuro, mas lá no finzinho do horizonte se podia ver o sol nascendo, pouquíssimo, mas via.

Eles deitaram, com as mãos ainda unidas. Hinata se ajeitou bem perto de Naruto, perto até demais para ela. No seu pensamento ela só "dizia" uma coisa: "Ashiterumo Naruto-kun!" 

Queria poder dizer para ele. Mas numa missão isso era meio que contras regras. Sentimentos poderiam interferir no sucesso da mesma. (Esse tipo de sentimento.) Então ela achou melhor deixar para depois, sempre iria ter uma chance de dizer. Mas também lhe faltava coragem... Então não ia adiantar muito.

- Boa noite, Hina-chan (*risos*)! - ele riu por lembrar que era a terceira vez na mesma noite que desejara boa noite para a parceira.

- (*risos*) Boa noite, Naruto-kun! 

Não demorou muito até que Hinata caísse no sono novamente. Naquela noite ela não teve mais o horrível sonho e dormiu que nem um anjinho. Naruto demorou um pouco mais para dormir, e como o sono não chegava o seu passatempo era ficar olhando o céu escuro pela janela e fazer carinho no comprido e lindo cabelo escuro como a noite de Hinata.

Ele olhou para o relógio de novo e viu que já eram 5h00. Resolveu fazer uma forcinha para dormir. Fechou os olhos e respirou fundo. Com isso não demorou muito, e então logo dormiu.

-- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- 

Sasuke e Sakura levantaram no pique. Suas coisas já estavam arrumadas e seus cafés já tomados. Queria sair cedo para conseguir chegar primeiro e pegar a tal erva, que Sakura conhecia. 

Nem bateu na porta e foi logo entrando. Sasuke entrou no quarto dos dois e puxou a coberta de Naruto e Hinata, que estavam abraçados.

- Vamos vocês dois! Levantem... Será que eu sempre tenho que chama-los? Não são mais crianças! Vamos! - Sasuke batia as mãos, na certeza de que isso os irritariam e levantariam logo.

Muito pelo contrário!

- Ahhh!, só mais cinco minutinhos, vai! - Sasuke não aguentou e deu risada. Os dois tinham falado na mesma hora a mesma coisa. Incomodados com a risada de Sasuke eles abriram os olhos pesados e procuraram o graça que o moreno estava vendo. - O que que foi Sasuke, porquê ta rindo que nem dobe? - Naruto falou, sonolento.

- (*risos*) Não é nada... Agora vai, levantem! Eu e a Sakura estaremos esperando lá em baixo, em vinte minutos é pra vocês já terem arrumado todas as suas coisas e terem tomado café! Sem atraso! Vão! - Sasuke parecia um pai acordando os filhos no sábado de manhã. E os dois pareciam os filhos, sem ânimo nenhum para sair da cama.

Sasuke saiu e bateu a porta atrás dele. Ele era esperto, ficou uns cinco minutos esperando ouvir algum movimento sair de dentro do quarto. E como não ouviu nada resolveu entrar novamente.

- EIII?! AINDA ESTÃO AI? VÃO LOGO! AGORA VOCÊ SÓ TEM QUINZE MINUTOS! VÃO, LEVANTEM! - o moreno gritava, e tirava a coberta do casal pela segunda vez. - VÃOOOO!

Com o último grito os dois pularam da cama de susto. Sasuke ficou satisfeito e então saiu, batendo de novo a porta atrás de si. 

- Argh... Pelo amor de Kami-sama! Que saco! - Naruto levantava chutando as coisas, de raiva pelos gritos do moreno.

Hinata se levantou logo, não queria levar mais broncas do companheiro de missão. Arrumou as coisas enquanto Naruto estava no banheiro fazendo sua higiene matinal. Trocou de roupa e esperou na porta do banheiro. Ela era mais rápida, então não se importava de esperar Naruto. 

Ele saiu do banheiro e, como se já não tivesse à visto pela manhã, desejou bom dia, tirando um sorriso da morena. Hinata, lavou o rosto e escovou os dentes, e Naruto se trocando.

Ela não sabia que ele era tão lento de manhã. Quando já havia terminado a sua higiene matinal e estava voltando para o quarto se deparou com um rapaz musculoso, loiro, somente com uma cueca box laranja e preta.

Ela definitivamente não sabia se continuava olhando ou se se virava e tampava os olhos. O vermelho dominou seu rosto, mas sua boca abriu levemente, admirando o que via à frente. Naruto estava de costas, e quando notou a presença de alguém no quarto já sabia que era Hinata e que estava vermelha. Ele se virou, lentamente, com uma calça na mão e na outra camisa e jaqueta. Por incrível que pareça ele também ficou envergonhado e seu rosto corou.

- Hmm... É... hehe! - ele ainda sem vestir nenhuma peça de roupa, ficou olhando Hinata, que não parava de olha-lo, e riu.

- Hmm... É... g-gó-góm-gómen, N-Na-ru-ru-to-k-kun! - mesmo que quisesse ficar olhando ele não podia. Infelizmente eles tinham hora, e se ficassem ali se encarando e pedindo desculpas a missão já era! Ela se virou de costas, e começou a dar tapinhas no rosto, para que pudesse voltar ao normal.

Naruto quando viu que ela se virou, colocou a roupa mais rápido que podia. Se bem que agora já não adiantava mais, ela já tinha visto tudo, quer dizer, quase tudo. O loiro com pressa tropeçou em tudo. O pé enganchou na calça, não achava o buraco para colocar a camiseta, a jaqueta estava do avesso... Enfim, depois de um longo tempo ele se pronuncia:

- É... Pronto, Hina-chan! Já acabei (*risos*) - ele falava dando o último nó para prender a bandana na testa.

- É... então vamos! S-se não Sasuke vai ficar furioso! - ela evitou olhar para ele, estava com vergonha ainda, mas sua cor natural já tinha voltado graça aos tapinhas dados. Pegou algumas coisas e desceu para ir tomar o café.

Naruto nada disse, apenas assentiu pegou o restante das coisas e desceu com ela. Tinham apenas dez minutos para comer.

Tomaram o café em silêncio, se dissessem alguma coisa ou ia sair desculpas ou palavras sem sentido algum. Já estava na hora de partir, pois Sasuke já estava de pé ao lado deles esperando.

- Eu não falei sem atrasos?! Vocês dois eim! - Sasuke batia o pé esperando Naruto tomar o último gole de leite.

- Pronto, pronto! Já estamos pronto, podemos partir? - o loiro limpava o bigode de leite que havia ficado, e o tirou um risinho de Hinata por ter achado muito kawaii.

- Já era hora! Vamos! - eles agradeceram a hospedaria e partiram.

De acordo com as informações com dadas por Shizune, a erva medicinal que precisavam estava na parte norte da cachoeira mais distante da cidade. Levaria duas horas para chegar lá. Isso se não acontecesse nada. 

Enquanto Sakura e Hinata procuram a erva, Sasuke e Naruto ficam vigiando para que ninguém as interrompa e para protege-las de possíveis ataques surpresa, esse foi o plano feito por eles!

 

Pulando de galho em galho, eles chegaram à cachoeira que escondia a erva. Como já haviam combinado, as garotas foram procura-la. O local estava tranquilo e quieto, não parecia que iria receber mais gente do que eles quatro. Os rapazes ficaram felizes por estar assim o ambiente.

Entre as mulheres, Sakura mostrou uma foto de como era a erva para Hinata. Isso ajudaria a morena à encontrar mais rápido com o Byakugan. Sabiam que iriam sair molhadas de lá, então trouxeram uma roupa à mais, mas como estava quente elas não achariam necessidade de trocar.

- Sakura-chan deixe-me ver de novo a foto... Acho que eu encontrei! - a morena dizia com um enorme sorriso no rosto. E Sakura vinha correndo para perto da companheira toda alegre também.

- Aqui Hina! a rosada mostrou a foto. - É essa? Onde esta? - perguntava eufórica.

- Haiii! É essa sim! Ela esta à quinze minutos daqui, um pouco para noroeste! Avise os meninos, eu vou indo na frente. - Hinata já ia correndo para a direção dita.

- Hai! Estou logo atrás de você! - Sakura sorria e ia na direção oposta de Hinata, chamar os rapazes que estavam de vigia.

Não parecia mais estavam já à algumas horas procurando a pequena ervinha valiosa.

Hinata conseguia ver melhor a erva a cada passo que dava. Ela checou o lugar, mas não sentiu nenhuma presença de chakra. Isso era bom, pois queria dizer que talvez fosse os primeiros à chegar ali. 

Chegou perto da erva e tentou se lembrar da foto que Sakura havia mostrado-a, para ter certeza de que era aquela mesma. Ficou parada, de guarda da planta. Não queria tira-la, isso deixaria para Sakura que era especialista. 

Sakura segui a direção indicada por Hinata e logo chegou no lugar informado pela morena. Hinata apontou para a tal erva e a rosada sorriu, confirmando ser aquelas mesma. Foi correndo para poder pega-la e guarda-la em segurança. 

Não tinha muito, pegou o necessário e deixou o resto lá, pois se tirasse tudo era possível ocorrer de não nascer mais.

- Nossa, foi tão fácil! Pensei que ia ter que lutar, dar socos na cara de alguém... Chutes, joelhadas... - o loiro falava todo empolgado, fazendo gestos de luta.

- Não podemos afirmar nada ainda baka! - Sasuke falava sério. - Bom... meninas, como combinado vocês vão na frente já que conseguimos a erva... Naruto e eu vamos ficar atrás de vocês até chegar na cidade, dali em diante vocês vão sozinhas e nós iremos fazer nossa segunda missão! Tudo ok? - todos assentiram, já haviam combinado, e estava tudo certo. Partiram...

 

Foi mesmo muito fácil, mas agora a preocupação era com a tal segunda missão de Sasuke e Naruto. O que eles teriam de fazer? Só o moreno sabia, e até agora não havia contado à Naruto.

As garotas iam na frente o que dava a Sasuke a oportunidade de contar sobre a tal missão secreta. E foi isso que ele fez:

- Ei Naruto? - ele falava baixo, por precaução. - Chegue mais perto, vou te contar nossa segunda missão! 

- Hai! - apenas confirmou e chegou perto, pois sabia que era sério.

- Nos vamos ter que ficar e recuperar o relatório que contem informações valiosas de Konoha. Esse relatório foi roubado à algum tempo, e só é possível ser lido com presença de chakra do País do Fogo. Então antes que eles capturem alguém de lá para poder ler, nos precisamos recuperar essas informações. - o moreno falava e estava sério, olhando somente para frente.

- Ah!, tudo bem! - Naruto deve ter achado fácil de mais.

- Eles não podem saber que continuamos na vila, então teremos que pegar dois ninjas e nos transformamos neles! Essa é a parte difícil! Capturar dois ninjas! - ele deu uma risada de canto de boca e olhou para o loiro.

- Isso sim que é missão! - o loiro definitivamente tinha adorado a segunda missão.

- Começamos em exata meia noite! - ainda pulando nos galhos, eles deram um toque de mão, somente deles. Toque que todos melhores amigos tinham.

 

Chegaram no centro da cidade e lá se despediram de suas parceiras de missão. Fingiram sair junto com elas da vila, mas na verdade estavam escondidos, e assim ficariam até meia noite.

 

Continua...


Notas Finais


E ai? Gostaram? Espero que sim, queria agradecer a todos os comentários, super kawaiis falando que minha fic esta demais! Fico muito feliz que estejam gostando sério mesmo! Então é isso, se gostarem desse cap deixem comentários, se não gostarem deixe tbm, ai falando o que você não gostou que eu juro que no proximo tento melhorar, ok?! Beijos até seus lindos!

Outras fanfics de Gabysenju


Gostou da Fanfic? Compartilhe!
Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho dos outros deixando um comentário.

Para isto, Cadastre-se ou faça seu Login!


Carregando...