Spirit Rede Social de Fãs de Animes, Mangás, Músicas e Cultura em Geral

Faça sua conta no Spirit e Observe essa Fanfic, assim você será avisado sempre que tiver alguma novidade, você também poderá deixar seu Comentário estimulando o autor a continuar a Fanfic.

Fanfic Four Years Later - Capítulo 14

Escrita por ~

Exibições 1.796
Palavras 1.848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais.Nenhuma das situações encontradas aqui realmente aconteceu. Não há nada que prove que as personalidades correspondem as originais ou que qualquer cena se assemelhe a qualquer acontecimento real. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual, sendo vedada a utilização por outros autores sem minha prévia autorização. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, gente! Bom é minha primeira fic, não sejam tão duras! Hahahaha brincadeira, não deixem de favoritar a fic se vcs gostaram e de comentar, por favor!!! Se vocês tiverem algumas sugestões ou dicas podem gritar lá no twitter @st4yupallnight :) Obrigada desde já!

Capítulo 14 - Dawn


Fanfic / Fanfiction de Magcon - Four Years Later - Capítulo 14 - Dawn

- Alô? – Acordei com meu celular tocando, nem olhei quem era, na verdade eu nem me importava só queria voltar a dormir.

- Já ta pronta?

- Cameron?

- Não, bebê, é o Papa! – Ele ria, mas eu não, como ele ousa me acordar e ainda zoar com a minha cara?

- Ha-ha queridinho, fala logo que eu quero dormir!

- Não acredito que você esqueceu!

Esqueceu o quê, Cameron? – Disse com tom de deboche.

- Carol, lindinha, você tem meia hora pra se arrumar, nosso vôo pra Nashville sai em uma hora e meia!

- PUTA MERDA! MAGCON!

Arruma tudo aí, se arruma que daqui a pouco eu passo aí! Não esquece do D…

- TÁ TÁ TÁ TCHAU! – Não deixei ele terminar de falar, mas não deveria ser importante, só sei que voei pro banho, joguei umas roupas em uma mala pequena, coloquei uma calça jeans, minha Ugg e um sweater confortável, joguei minha carteira, meu celular e minhas chaves dentro da bolsa e desci. Cam já estava lá em baixo me esperando. – Desculpa! Demorei muito?

- Não demorou não! – Disse rindo.

- Tá rindo do quê?

- Sabia que você ia esquecer!

- Esquecer do quê?

- Hm… Dublin?

- AI MEU DEUS O GATO! Aguenta aí, cinco minutos!

- Ok! – Pegou minhas malas e minha bolsa para colocar no carro, nós dois ríamos descontroladamente. Subi e coloquei Dub na gaiolinha, peguei sua malinha de brinquedos e blá blá blá (sim, eu mimo meu gato), fui me desculpando com ele até chegar no carro.

- Como você esqueceu do nosso filho, Carol? Que mãe desnaturada!

- Pois é! Desculpa, filho! – Disse fazendo carinho com o dedo em suas orelhinhas. Cam ria de mim. Em pouco tempo chegamos no aeroporto e já fizemos o check-in e logo estávamos dentro do avião. Cam, pra variar, estava morrendo de medo, comecei a conversar com ele para distraí-lo na hora que o avião decolasse, e em meia hora estávamos voando, Cam dormiu e eu fiquei fazendo carinho no Dub até ele adormecer também, e em uma hora nós três dormíamos. Acordei com a aeromoça dizendo que precisávamos colocar os cintos, e logo pousamos. Cameron foi pegar nossas malas e eu fiquei numa área afastada, quando ele chegou perto de mim ele estava no celular.

- Ok, estamos indo, tchau.

- Quem era, Cam?

- Nash, ele veio buscar a gente.

- Aiiiii meu Deus que saudades!!! – disse dando pulinhos, super animada. Fomos para a saída e pude ver Nash vindo em noss direção, dei a gaiola para Cam segurar e corri em direção ao Nash, que me abraçou forte e me girou. – Que saudade que eu tava de você!

- Você fez falta, pirralha! – disse ainda me abraçando. Quando me soltou olhamos para Cameron que estava com uma cara super engraçada olhando para nós, claro que começamos a rir feito doidos. Peguei a gaiola de volta e enquanto os meninos colocavam as malas no porta-malas eu entrei no carro. Depois de meia hora chegamos no hotel, era lindo e MUITO grande, tinha muitas fãs ali na porta, mas entramos pela garagem e por sorte elas não notaram. Estávamos no elevador e logo comecei a ficar nervosa de novo, como se fosse a primeira vez que eu os veria, estava de mãos dadas com Cameron e ele percebeu meu nervosismo.

- Ei, fica calma, até parece que é a primeira vez que você vai ver esses babacas. – Sussurrou no meu ouvido, nossa Cameron, nossa! Comecei a rir sozinha. Chegamos no andar e saímos em direção ao quarto, era o de Nash e Matt, estavam todos lá, Cameron foi colocar as malas no nosso quarto (sim, eu ia dormir com o Cameron), cheguei com Nash na porta e por algum motivo estávamos rindo, ele abriu a porta e foi ótimo rever todos aqueles moleques ali! Matt saiu correndo para me abraçar.

- Ai meu Deus! Como é bom te ver de novo! – ele disse e com certeza eu corei.

- Eu que digo! Senti tanto a falta de vocês! – logo fui abraçada por cada um, aproveitei e fiquei por lá, logo Cameron chega e, finalmente, estavamos todos juntos de novo, com bônus claro, porque a vagabunda da Tiffany não estava ali. Ah é… Eu não contei antes, quando voltamos da outra tour em Miami ela fez o maior escândalo e terminou com Cam. Ótimo. Cam chegou com Dub no colo e eu logo corri para apresentar meu filho para todos.

- Gente! Esse é o Dublin, meu filho.

- Nosso filho! – Cameron disse e fez uma cara de afetado.

- Ok, madame, nosso filho. – Cam colocou ele no chão e ele já foi correr atrás de uma meia para brincar. Ficamos o resto da tarde ali batendo papo e conversando sobre vocês sabem o que né… Nada! Até que decidimos sair, mas sem rumo mesmo, andar pelas ruas de Nashville. Não me arrumei nem nada, na verdade ninguém se arrumou, fomos daquele jeito mesmo, já era de noite.

- Você vai levar o Dub? – Jack J. perguntou de um jeito muito fofinho.

- Hm… Durd! Sim, bobão, ele é meu filho! – Cameron me lançou um olhar congelante, comecei a rir – Nosso filho!

- Então, vamos! – Jack J. disse e me abraçou pelo ombro enquanto saíamos do quarto, eu estava com Dub no colo. Fugimos por outra saída, as fãs não viram graças a Deus, logo estávamos rindo feito retardados na rua. Paramos em frente a um boliche e ele tinha lanchonete e pista de patinação, perfeito! Jogamos boliche, comemos e patinamos até umas quatro da manhã e posso dizer pra vocês que eu nunca me diverti tanto como naquela noite! Eles realmente eram minha família.

- Gente? O quê são aquelas pessoas? – disse apontando para a porta, tinha um grupo grande de fãs, mas não estava exagerado.

- Vamos lá falar com elas, a gente tira umas fotos e vazamos pra não encher aqui. – Taylor disse e assim os meninos fizeram, foram falar com elas, fiquei sentada no banquinho com Dub meio escondido no meu colo, não podia entrar animais ali dentro, mas somos nós né… Sempre damos um jeito! Ria com meus pensamentos até ser interrompida por Cameron.

- Só queria saber por que você não está lá.

- Hm… Acho que é por que elas estão aqui por vocês! – Disse dando um riso fraco.

- Bom, elas tão pedindo você por lá!

- Sério? – Disse animada.

- Sim! Vem, vamos! – Me puxou pela mão até as fãs. Chegando lá Jack G. sorriu e pegou Dub da minha mão para provavelmente mostrar para as fãs. Fiquei do lado de Cameron e algumas fãs, algumas delas não me eram estranhas, mas relevei. Logo os meninos disseram que precisávamos ir, uma fã do meu lado deixou a caneta cair e eu fui pegá-la só que os meninos estavam indo, eu fiquei um pouco atrás, uma das fãs me puxou pelo braço.

- Você acha que só por que é amiguinha do Cameron você é melhor que a gente? – Ela não soltava meu braço direito, e apertava cada vez mais. – Pois é, queridinha, notícia ruim, não te faz melhor que ninguém!

- Você pode me soltar por favor?

- Você não lembra de mim né? Magcon em Miami?

- Era você!

- Não só eu! – Logo suas amiguinhas chegaram, eu estava com medo pois elas eram em umas seis. Cade aqueles dez palhaços?

- Oi, então, seria uma boa se vocês me deixassem ir.

- Não concordo! – Uma delas chegou por trás e puxou meu cabelo.

- Me solta! – disse olhando nos olhos da menina.

- Não!

- Solta! – Ela apertou meu rosto com a mão que estava livre e me fez olhar bem para ela.

- Eu não vou te soltar!

- Logo os meninos vão ver que eu não to lá!

- Se eles não voltaram até agora, querida, acho que não voltam mais! – Ela tinha razão.

 

 

Cameron’s POV

 

  Estávamos voltando para o hotel nos divertindo com Dub que estava no colo do Aaron, mas era pra estar no colo da… Carol? Cadê ela?

- Gente, gente, gente! Cadê a Carol?

- Uou! Cadê ela? – Matt disse.

- Ela deve ter ficado lá! Mas ela tava atrás de você, Cam! – Nash disse, mas já estava correndo de volta para a porta da lanchonete, os meninos corriam atrás de mim. Logo a vi cercada por algumas fãs, uma delas segurava-a pelo rosto, fiquei desesperado e sai correndo em sua direção.

- EI! Solta ela! – Disse pra menina que logo soltou e Carol veio em minha direção correndo e me abraçou, abracei-a de volta. – No que vocês estavam pensando? – Estava furioso.

- Cameron! Você não vê o que ela está fazendo? Ela trata mal todas as fãs se gabando que é sua amiguinha, se gaba que conhece todos os meninos e…

- Chega! Ela não é minha “amiguinha” ela é minha melhor amiga, já disse isso diversas vezes no twitter, e outra, ela nunca, repito, NUNCA tratou mal nossas fãs! Eu entro no twitter dela direto, toda vez que ela pode ela tira foto com as fãs ela tira! Não venha acusá-la de algo que você não sabe!

 

Carol's POV

 

 Nesse ponto a menina não queria falar mais nada, Cameron apenas me abraçou mais forte e me tirou dali. Por incrível que pareça eu não estava com raiva.

- Você tá bem? – Matt apareceu do nada e me abraçou, eu amava aquele abraço.

- Eu to sim! – Disse correspondendo o abraço.

- Você me deu um susto!

- Aquelas meninas que me assustaram de novo!

- Você as conhecia?

- Foram as mesmas que me atacaram em Miami.

- Elas vieram até Nashville?

- Pois é…

- Bom, pelo menos já passou! – disse me abraçando de lado. Caminhamos por algum tempo até chegar no hotel, já eram cinco da manhã e ainda tinha fãs na frente do hotel, impressionante. Enquanto subíamos pelo elevador Matt pegou minha mão e entrelaçou nossos dedos, apenas olhei-o e sorri de leve, assim como ele. Chegamos no corredor dos quartos enquanto cada um ia para o seu Matt me puxou.

- Quero que veja um lugar! – Sussurrou em meu ouvido enquanto me puxava para o elevador, apenas o acompanhei sorrindo. Chegamos ao jardim do hotel, onde tinha um lago e alguns bancos, sentamos em um deles. Eu disse que era grande! Na margem oposta do lago era um bosque. – O amanhecer aqui é a coisa mais linda. – Ele me abraçou de lado e ficamos observando o sol nascer, eu o olhei com um sorriso de canto, logo olhei para baixo, Matt virou meu rosto delicadamente até eu encará-lo de novo e então, de repente, ele me beijou. Eu o correspondi, o beijo foi calmo e longo, um beijo muito bom, sorríamos diversas vezes durante o beijo como se fosse algo que teríamos que ter feito há muito tempo. Separamos nossos corpos e ficamos ali, terminando de assistir o sol nascer, abraçados como em uma cena de filme. Aquele final de semana estava sendo mais que perfeito.


Notas Finais


Oiiiii!!! Gente desculpa não postar ontem, eu passei muito mal mesmo!!! Espero que tenham gostado do capítulo…. Hmmmm as Marol shippers devem estar alegriiiinhas né?! Hahahahah bom, me digam o que achaaaaaram!!! Amo vocês!!! <3333

Outras fanfics de pumaniacs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!
Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho dos outros deixando um comentário.

Para isto, Cadastre-se ou faça seu Login!


Carregando...