Spirit Rede Social de Fãs de Animes, Mangás, Músicas e Cultura em Geral

Faça sua conta no Spirit e Observe essa Fanfic, assim você será avisado sempre que tiver alguma novidade, você também poderá deixar seu Comentário estimulando o autor a continuar a Fanfic.

Fanfic Contos de uma vida a dois - Capítulo 9

Escrita por ~

Exibições 720
Palavras 2.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo em que se passa, não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual, sendo vedada a utilização por outros autores sem minha prévia autorização. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Capítulo novo, sei que demorei, mas aqui eu estou...
Gostei muito de escrever este...
Acho que estou pegando o jeito...

Capítulo 9 - Primeiras vezes


Estavam namorando no sofá da casa dele, já que ela ainda não tinha falado nada pro pai sobre o namoro.

Naruto estava tentando conter as mãos, mas pareciam que elas tinham vida própria!

Hinata: Er... Acho melhor eu ir agora...

Naruto: M-me desculpa Hina! – Disse enquanto ela se levantava e ia até a porta – É que eu sou mesmo um baka! Não vai agora não! Eu juro que vou me comportar...

Hinata: É melhor eu ir... Tchau. – Se virava e saía pela janela.

Naruto: Nani...? – Foi tomar mais um banho frio, era o que precisava naquele momento...

Faziam quatro meses desde o primeiro beijo... Quatro longos meses, por vários motivos...

O rapaz saiu em direção ao escritório, para começar os trabalhos do dia... Muita papelada para revisar e mandar para a hokage. E pensar que em pouco tempo seria ele que teria que assinar tudo aquilo...


A garota foi pra casa, tomar um banho antes de ir treinar com Neji, ele a estava ajudando a se adaptar à rotina dos ANBU.

Hinata: “Banho frio! Banho frio!”

Mas ela não conseguia parar de pensar no loiro. Cada dia estava mais difícil pra ela se controlar.

E tomar banho não estava sendo fácil. Ela pensava nele, via ele ali com ela, beijos, abraços, mãos bobas...

Ela cansou de tentar se acalmar. Desligou o chuveiro. Colocou a nova roupa de treino, calça e regata preta uniforme ANBU e foi pra o campo de treinamento 7. Quando chegou, sue primo estava com um sorriso sádico nos lábios...

Neji: Vamos começar o treino, priminha...?


Lá pelas seis da noite, o trabalho tinha terminado pro loiro, mas ele não conseguia parar de pensar na situação com Hinata. Foi até o bar e pediu uma dose de saquê.

Kakashi: Naruto? Você bebendo?

Naruto: Hai...

Kakashi: Dia ruim?

Naruto: Nem tanto...

Kakashi: Hm... Sei... Problemas com a Hinata?

Naruto: Nani? Como você sabia?

Kakashi: Intuição... “Foi um chute bem dado.” Mas o que foi? Vocês andam brigando?

Naruto: Não...

Kakashi: “Esse garoto está muito estranho desde que começou a namorar a Hinata... Ela deixou de ser calada e agora quem está calado é ele...” Então o que foi? – O loiro a segunda dose de saquê.

Naruto: Desculpa, sensei, mas acho que nisso o senhor não pode me ajudar... – E ia saindo pela porta do bar. Kakashi o seguiu, curioso e preocupado.

Kakashi: Sabe, rapaz, você deveria confiar mais em mim... Me conte que eu pelo menos posso dizer quem pode lhe ajudar com isso...

Naruto: Argh sensei! Tá bom... – Fez uma cara de contragosto. – Já fazem quase quatro meses que eu e a Hinata estamos namorando...

Kakashi: Sei... “Acho que ele está com problemas sexuais com a namorada, pelo jeito que ele está falando... Que engraçado!”

Naruto: Bem... A gente nunca... O senhor entende...?

Kakashi: Entendo... “Coitado... Com aquela mulher que é a Hinata eu já estaria estourando pelos cantos... Ele deve ser um santo pra agüentar ficar com ela sem fazer sexo...”

Naruto: Ela diz que ainda não está pronta... Mas eu não estou conseguindo mais agüentar... Quando a gente começa a se beijar, só consigo pensar nela, acabo passando dos limites, e ela acaba fugindo com medo de mim... Estou com medo porque hoje ela saiu sem falar nada. Eu não quero perder ela porque sou um baka!

Kakashi: “Quer dizer que o Naruto já passou deu uma mão boba na Hinata? Sortudo esse meu aluno.” Eu acho que você deveria tentar falar com ela, explicar como você está fazendo comigo e perguntar o que ela está sentindo...

Naruto: E se ela se assustar, ou achar que eu estou pressionando ela?

Kakashi: Então não pressione! “Baka!”

Naruto: Arigatou Kakashi-sensei! O senhor pode ser um teme solteirão e pervertido, mas consegue dar bons conselhos! – E saiu correndo.

Kakashi: “Aquele baka ainda me xingou depois de toda a minah boa-vontade... Acho que vou ler meu livro!” – Bocejo.


Hinata estava cansada, mas muito alegre.

Hinata: Neji-kun, você devia desistir... – Disse rindo.

Neji: NUNCA! – E tentou se mover, mas a garota o tinha paralisado completamente.

Hinata: E eu me dou por vencedora! – Deu uma gargalhada sonora. – Agora tenho que voltar! Tenho um encontro com Naruto.

Neji ainda se incomodava com aquele namoro, apesar de um pouco acostumado. Ninguém seria bom o suficiente pra a sua prima, nem ele mesmo...

Ela se levantou e foi correndo pra casa, tinha que tomar banho e já estava tarde.

Neji: Ela já é uma ninja muito melhor que eu... – Continuou sentado, porque não tinha forças nem pra se levantar direito.

Ele chegou em casa, tinha falado que a pegaria em casa às oito e meia, e já eram quase sete.

O caminho todo foi pensando na moite que tinha que preparar... Já estava se programando há dias, passou pela loja de flores Yamanaka, comprou as preferidas dela, que ele descobriu depois de vê-la comprando sozinha enquanto ele passava por perto.

Ino: São as preferidas da Hinata...

Naruto: É, eu sei... Mas não conta isso pra ela... – E deu um sorriso.

Chegou no apartamento, trocou de roupa, uma calça jeans e camisa social. Começou a arrumar a mesa. Velas, taças, vinho tinto, uvas, queijo branco, um vaso com as flores que ela tanto gosta, tiramisú com uma surpresa... Um colar de prata, dentro do creme, com um pingente em forma de raposa, pra ela ter ele por perto sempre... Foi em direção ao distrito Hyuuga.


Estava terminando de se arurmar, saltos altos pretos, um vestido preto frente única um pouco de perfume e brincos de pérolas. Estava terminando de calçar as sandálias quando ouviu alguém batendo na porta do quarto.

Hanabi: Hina, posso pegar a sua... Noooooossa! Tá muito gata! Vai pra onde que não me disse? – Arqueando a sobrancelha.

Hinata: Naruto vai me levar pra algum lugar...

Hanabi: Como assim “algum lugar”?

Hinata: É que ele não me contou, vai fazer surpresa, só disse pra eu me arrumar... “Aonde será que ele vai me levar?”

Hanabi: Hmmm... Sei aonde ele vai te levar. – Deu uma piscada pra irmã, de um jeito muito malicioso.

Hinata: Você é muito maliciosa! Não é nada disso... “Ainda...”

Hanabi: Hm, sei! E vocês andam de mãos dadas ainda!

Hinata: De certa forma...

Hanabi: Como assim? Vocês nunca...?

Hinata: Não, nós nunca fizemos sexo, se é o que você quer saber...

Hanabi: Por quê?

Hinata: Ainda não estou pronta, otouto.

Hanabi: Tem certeza?

Hinata foi pega de surpresa, ela vivia dizendo a si mesma que não estava pronta, mas quando estava com Naruto, tudo em que ela pensava era aquilo...

Hinata: Sinceramente, eu não sei... – Bufou e sentou-se na cama. – Sabe otouto, eu quero fazer isso com ele, mas eu não sei, algo me impede... – Hanabi chegou perto da irmã e sentou-se ao seu lado.

Hanabi: Medo?

Hinata se surpreendeu ao constatar que era medo... Sim, era. Mas como? Ela amava Naruto, sabia que ele a amava... Por que toda essa dúvida?

Hanabi: Sim, nii-san, você está com medo... Acho que você não deixou a velha Hinata pra trás de vez, não foi?

Hinata: É, acho que sim – Deu um sorriso amarelo.

Hanabi: Bom, você que sabe... – E depois com um sorriso amplo – Nii-saaaaaaan, me empresta aquela sandália roxa?

Hinata fez cara feia e Hanabi saiu correndo rindo do quarto dela. A garota tirou o vestido e as peças íntimas, enfiou a mão bem fundo na gaveta de calcinhas e tirou menor e mais rendado conjunto preto que ela tinha.

Hinata: “Vamos ver quem é a boba agora?”


Naruto bateu na porta da mansão Hyuuga, quando a irmã mais nova da sua namorada abriu a porta.

Hanabi: Ela está terminando de se arrumar, e fiufiu*, ela está a maior gata!

Naruto: Ela É a maior gata. – E sorriu conspirador com a cunhada. – Você se certificou que ela não lembra que dia é hoje, não é?

Hanabi: Claro, ela nem desconfia de nada. – Deu uma piscada.

Naruto: Ótimo!

Hanabi: Tem visto o Konohamaru? – Disse de forma despreocupada.

Naruto: Vocês ainda estão nesse chove-não-molha? – Deu uma risada.

Hanabi: Que chove-não-molha? – Se fez de desentendida – Mas olha só quem fala? Você ficou uns 9 anos nisso com a minha nii-san... – Irritada.

Naruto: Er... Cadê o teu primo?

Hanabi: Ele saiu com a Tenten-san. – Disse calma. – Mas e sobre o seu chove-não-molha?

Naruto: Er... Cunhadinha linda, você é impossível... “Ela tem mesmo só quinze anos?”

Hanabi: Há há há! Eu sei! Por falar nisso, eu soube que você CONTINUA no chove-não-molha com a minha nii-san... “Tá dando moleza, ainda nem transaram!”

Naruto: Nani? “Do que ela está falando?”

Hanabi: Nada... Hi hi hi...

Quando ele ia perguntar de novo, a Hyuuga mais velha apareceu por trás da porta e saiu puxando Naruto, dando um olhar mortal pra irmãzinha. Sussurando um “Você me paga” pra ela enquanto a outra ria...

Hinata: Tchau otouto, espero que você não esteja aqui quando eu chegar... – Disse com ódio. “Eu ouvi o seu papo ‘inocente’ com ele. Ainda bem que Naru não entendeu”

Hanabi: Acho que não, já que você vai chegar cedo... Há há há... – Se não fosse o loiro, a Hyuuga mais nova estaria morta. – Tchauzinho nii-san! “Nossa, que droga, ela ouviu! Quando chegar espero que tenha esquecido! Vou rezar pra Kami!”

Ele não estava entendendo nada, mas era normal. Estava apenas admirando como a namorada estava linda... Depois que saíram, puxou-lhe o braço e deu um beijo apaixonado.

Naruto: Você está... PERFEITA. “Kami abençoe os vestidos pretos curtos!”

Hinata: Arigatou, Naru-kun. Você também está muito lindo...

Naruto: Arigatou. – E deu-lhe outro beijo. – Quer ir logo?

Hinata: Hai! Estou morreeeeendo de curiosidade, Naru! – Disse fazendo beicinho.

Naruto tirou um lenço preto do bolso.

Naruto: Então terá que agüentar só mais um pouquinho... – E colocou o lenço em seus olhos, amarrando-o como uma venda.

Hinata: Assim não vale! E se eu cair?

Naruto: Eu me jogo no chão, faço controle de fuuton e você cai devagar em cima de mim pra não se machucar, certo?

Ela não conseguiu deixar de sorrir depois da declaração.

Hinata: Hai!

Amarrou delicadamente a faixa, pegou a mão dela e falou abraçado às suas costas, em seu ouvido.

Naruto: Espero que você goste da surpresa...

E saiu carregando a garota nos braços até sua casa.

Hanabi via tudo pela janela de seu quarto, enquanto pensava em um garoto com nome de vila...


Ele se colocou atrás dela, tirou-lhe a venda dos olhos.

Naruto: Pronto.

Hinata sorriu ao ver a casa limpa, com a mesa no meio da sala, os belos castiçais de vidro, as velas, tudo perfeito...

Hinata: Está tudo perfeito, Naru.

Naruto: Você merece...

Ele a levou até a mesa, puxou a cadeira dela e pediu que se sentasse, depois se sentou na sua frente. E retirou a tampa revelando as sobremesas.

Hinata: Mas já a sobremesa?

Naruto: Er... É que eu prefiro assim, tem problema pra você? – A garota deu um sorriso meio de lado.

Hinata: Nenhum.

E começaram a conversar sobre a última missão de Hinata. Foi durante esta que ele teve a idéia de arrancar a página da agenda dela que marcava a data de aniversário de quatro meses.

De repente eles ouviram o som da colher batendo em metal, ela foi olhar o que tinha sido. Tirou delicadamente o colar prateado, vendo o pingente no final.

Naruto: Feliz aniversário de quatro meses... – Disse sorrindo para a garota.

Hinata: Quatro meses? Que dia é hoje?

Naruto: Dia 9.

Hinata: POR KAMI! É hoje mesmo! Gomenasai Naru-kun! Gomen! Eu... Eu não sei como esqueci disso! – Ficou vermelha e baixou a cabeça.

Naruto: Nossa, Hina, desculpe, mas a culpa não é sua?

Hinata: Nani?

Naruto: Eu fiz de tudo pra que você não lembrasse... Arranquei páginas da sua agenda, do seu calendário e pedi à Hanabi que não deixasse que você se lembrasse de nada... Eu queria que hoje fosse especial, uma surpresa...

Hinata: Eu também queria que hoje fosse especial...

Naruto: Como assim?

Hinata pegou a garrafa de vinho, e encheu seu copo. Tomou tudo de uma vez, depois repetiu. Naruto só olhava espantado.

Naruto: Hina, você tá bem?

Hinata: Estou sim... – Disse isso desamarrando a alça do pescoço com as mãos tremendo.

Naruto: Hina, o que você tá fazendo? – Espantado.

Hinata: E-eu estou tirando meu vestido...

Naruto se levantou e a puxou para o sofá. A morena entendeu isso como um incentivo e continuou a tentar tirar as roupas.

Naruto: Hina? Você pode parar um pouquinho?

Hinata: Nani? Por quê? – Conseguiu desamarrar um pouco, mostrando metade da renda preta do sutiã.

Naruto: Porque você está tremendo... Isso não é exatamente um afrodisíaco. – E deu um sorriso. – “Se bem que você vestida assim não preciso de afrodisíaco nenhum... Na verdade, até dez quilos de broxante não me parariam... Esse vestido e esse sutiã de renda preta... FOCO NARUTO!”

Hinata: “Ele está olhando pra os meus seios... Queria saber o que se passa na cabeça dele agora... Será que ele me quer ou está me achando feia?”

Naruto: Acho que a gente devia conversar sobre isso... – Lembrou-se de Kakahi. – “Nossa, eu estou com a minha namorada, que eu amo, que é muito gostosa, doida para fazer amor comigo, e eu to pedindo pra conversar? Eu acho que sou gay, só pode ser...”

Hinata: T-tudo bem...

Naruto: Por que isso agora?

Hinata: É que já faz um tempão que a gente tá namorando, e você parece querer.

Naruto: É isso? EU pareço querer? E você Hina, você me quer?

Hinata: Acho que você não entendeu direito... Eu te quero, mas você parece estar pronto.

Naruto: E você não está?

Hinata: ... Não sei...

Naruto: Então eu espero. – Disse com um grande sorriso nos lábios.

Hinata: Espera? – Disse sorrindo.

Naruto: Claro! Você tá brincando? Eu esperaria por você nem que você estivesse se guardando para os seus 40 anos! "Mas antes desse dia chegar, eu explodo!"

Hinata: Arigatou, Naru-kun. Eu te amo...

Naruto: Eu também...

E se beijaram apaixonadamente. Quando se separaram, Hinata teve uma certeza. Estava pronta.

Notas Finais


Bom, foi issoooooooooo
Antes que eu esqueça: OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS NO CAPÍTULO PASSADO!
(mas também fiquei com medo de alguns... ameaça é poko... kkkkkkkkkkk)
Sinto informar-lhes que talvez demore um pouco o próximo, ou não, mas acho que vai demorar...
To tentando terminar uma fic nova, então to sem tempo pra revisar esta....
Bom, é isso
COMENTEM E FAVORITEM!
Beeijoz!

Outras fanfics de KushinaL


Gostou da Fanfic? Compartilhe!
Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho dos outros deixando um comentário.

Para isto, Cadastre-se ou faça seu Login!


Carregando...