Spirit Rede Social de Fãs de Animes, Mangás, Músicas e Cultura em Geral

Faça sua conta no Spirit e Observe essa Fanfic, assim você será avisado sempre que tiver alguma novidade, você também poderá deixar seu Comentário estimulando o autor a continuar a Fanfic.

Fanfic Amor e Ódio. - Capítulo 1

Escrita por ~

Exibições 158
Palavras 1.708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo em que se passa, não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual, sendo vedada a utilização por outros autores sem minha prévia autorização. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sou péssima com sinopse, eu sei.
Long fic Jerza.- Fairy tail não me pertence, pertence ao Tio Hiro, ok?
Capas feitas por mim, porém eu encontrei a imagem no google.
Como a Mellorine diz: Romance com Hentai, que é diferente de Hentai com romance.
Fic postada às sextas-feira, mas as vezes eu posso postar antes, como também pode acabar atrasando.
Comentários me deixam feliz e inspirada *-* Fic originalmente minha, se verem algum plágio por favor me avisem.
Fic postada primeiramente no Nyah.

Capítulo 1 - 1. A chegada de Erza!


Fanfic / Fanfiction de Fairy Tail - Amor e Ódio. - Capítulo 1 - 1. A chegada de Erza!

01 - A chegada de Erza!

Nova escola. Nova vida! Assim eu pensava...

 

Meu nome é Erza Scarlet, sou filha de Akane e Jin Scarlet uma família muito rica do Japão. Vivo em Tókio desde o dia que nasci, porém viajo frequentemente a negócios com meus pais, as vezes demoramos dias, as vezes semanas, outras vezes até meses até retornar a Tókio, mas dessa vez seria diferente, eu voltei pra ficar.

Amanhã eu entraria para uma faculdade, apesar de mudar frequentemente de escola consegui me formar no ensino médio. Entraria na Fairy Tail University, que fica no bairro chamado Magnólia.

Moro em uma mansão nesse mesmo bairro, e era vizinha dos Heartifilia(ou ex-vizinha), meu pai disse que perdemos contato com a família considerada uma das mais ricas do Japão, então ele não sabe se eles ainda moram na mansão ao lado(que é tão grande quanto a nossa). Lucy, filha dos Heartfilia era minha melhor amiga no ensino médio. A segunda família mais rica do Japão eram os Dragneel, que residiam nesse mesmo bairro, eles também tinham um filho, mas nunca fomos próximos.

Resolvi dormir mais cedo, afinal amanhã seria meu primeiro dia na faculdade e precisava causar boa impressão e eu não queria me atrasar. Estava cansada de viajar constantemente sem parar por um segundo, dessa vez tudo iria mudar. Eram 22:30 quando me deitei.

***

Acordei e olhei para o relógio: 7:30. As aulas começavam as oito, mas eu tinha que chegar mais cedo para ajeitar a papelada. Me levantei, coloquei uma regata branca com algumas flores lilás e uma saia azul e calcei meu all star. Desci as escadas e tomei um copo de suco de laranja, e fui à garagem. Nossa garagem(que era mais conhecida como estacionamento por ser enorme), possuía mais de 20 carros, entre Ferraris, Lamborghinis e até duas Limusines. Peguei a chave da Lamborghini gallardo branca, e sai.

Chegando no campus, estacionei meu carro. Assim que eu sai dele, sentia todos os olhares pra cima de mim. Quando fui entrar na faculdade ouvi duas meninas cochichando:

– Mais uma riquinha, já não basta a Heartfilia, a Lockser e a Mcgarden.

– E tem os riquinhos também, como o Dragneel, Fullbuster e o Redfox.

Ignorei o que elas disseram e fui pra secretária. Será que a Lucy também estudava ali?

Ao chegar na secretária uma senhora de cabelos brancos, muito simpática me atendeu.

– Oh, Scarlet, estava lhe esperando. Falei com sua mãe pelo telefone ontem de noite, e já resolvemos tudo. Aqui está sua permissão pra entrar na sala de aula, e seu horário de aula – ela me entregou dois papeis. – Você vai ficar na turma B, é só subir as escadas, primeira sala a direita.

– Obrigada! – eu disse e sorri.

Fiz como ela falou, subi as escadas e entrei na primeira porta a direita. A sala já se encontrava cheia, de frente para todos havia uma menina de cabelos brancos com um vestido vermelho, ela era muito bonita.

– Ah, olá senhorita Scarlet, estava lhe esperando. Meu nome é Mirajane, sou sua professora de história. Pode se sentar!

Deixei o papel que recebi na secretária em cima da mesa da professora Mirajane, e me sentei em uma carteira ao lado da janela. Não prestei atenção na aula, fiquei olhando pela janela enquanto observava uma menina loira, que me lembrava muito a Lucy, conversar animadamente com uma menina de cabelos azuis e um menino de cabelos pretos que estava sem camisa, será que ele podia ficar no campus daquele jeito?

– Psiu! – ouvi, mas ignorei não devia ser pra mim. – Psiu, ruivinha.

Olhei pra trás, havia me enganado, seja lá quem fosse estava falando comigo. Ao me virar percebi um menino de cabelos azuis com uma marca estranha no rosto me olhando, sua carteira era bem ao lado da minha. Então ele sorriu para mim e jogou um papel sobre minha carteira sem que a professora Mira visse. Desdobrei o papel sem fazer barulho, e li o que estava escrito:

“Me encontre na cantina na hora do intervalo. Vou te esperar, por favor não demore, gostaria de te conhecer! Você é bem bonitinha até ruivinha!”

Amassei a “carta”, decidida a não ir, estava na cara que ele tinha segundas intenções. Olhei pra ele novamente, ele parecia decepcionado, mas assim que viu meu olhar, ele sorriu. Seu sorriso era muito encantador! Virei a cara rapidamente, antes que ele me visse vidrada nele, e comecei a prestar atenção na aula, sem entender nada.

Quando percebi que não iria conseguir entender nada mesmo, pois não peguei o começo da aula, resolvi voltar a olhar pela janela. Porém as duas meninas e o garoto seminu não se encontravam mais ali. Meus olhos bateram então em um casal fazendo um piquenique na frente de uma árvore, a menina era pequena e seus cabelos eram azuis, eles estavam amarrados em um rabo de cavalo. O menino era alto, e seu cabelo era comprido e preto. Ela estava deitada em seu peito, enquanto ele comia um sanduiche. Fiquei os observando por um tempo, então o sinal bateu! Me levantei rapidamente, decidida a tomar um rumo diferente do menino de cabelos azuis. Comecei a guardar minhas coisas e quando fui sair da sala alguém me segurou pelo pulso, era ele.

– Te vejo na cantina ruiva.

– Quem disse que vou pra lá te encontrar? – eu disse, o fitando.

– Sei que você vai, nenhuma garota resiste ao meu charme.

– Eu não sou como as outras, sinto lhe desapontar. – eu disse e então puxei meu braço e saí correndo, parei por um segundo e me virei a tempo de ver ele parado na porta da sala olhando o corredor com cara de idiota.

Continuei correndo até que dei de cara com alguém, e ambas caímos.

– Eu sinto muito! – Já fui logo falando enquanto me levantava.

– Oh não, a culpa é toda minha, eu estava distraída. – A menina a minha frente, que também se levantou disse.

– Lucy? – eu perguntei, olhando seu rosto. Ela estava um pouco diferente, seus cabelos loiros que antes iam até a cintura agora estavam curtos e paravam no seu ombro. Ela só usava um pouco de gloss nos lábios, que lhe caíam bem, invés daquela maquiagem preta e batom vermelho que ela usava antigamente. Ela usava uma regata preta com estampa, junto com uma saia rosa, somente com uma pulseira em seu pulso, invés daqueles vestidos caros e extravagantes que ela usava antes, com milhares de acessórios que não combinavam nem um pouco. Seus olhos cor de mel pareciam muito mais bonitos agora, sem toda a maquiagem preta.

– Erza? – ela pareceu surpresa ao me ver. – Oh, meu Deus, é você mesmo? – ela perguntou então me deu um longo abraço, eu logo o retribuí. – Como você mudou!

– Você também está muito diferente Lucy.

– Ah sim, não sou mais uma riquinha mesquinha que acha que o mundo gira em torno de mim. E aliás eu estou namorando. – ela deu um sorriso, orgulhosa.

– Sério? Com quem?

– Com ninguém menos que...TAM, TAM, TAM...

– Chega de suspense, fala logo. – Acho que eu já sabia a resposta da Lucy.

– Natsu Dragneel.

– Eu sabia! – eu dei um grito e a abracei novamente. – Você sempre me falava dele, e dizia que era apaixonada pelo filho do Sr. Dragneel.

– Aye! Eu nem acredito que possa ser verdade, mas apesar de tudo a minha família já tinha planos pra nos unir, a gente querendo ou não. E acabou que nos apaixonamos, é tipo o destino. – ela começou a parecer sonhadora. – E você Erza, como vai sua vida amorosa?

– Por enquanto, eu não tenho ninguém. – Assim que disse isso, me lembrei do menino de cabelos azuis.

– Ah não brinca, tem que ter alguém. Algum menino te chamou a atenção aqui? Tem muitos gatinhos, só não se meta com o Gray, ou a Juvia arranca sua cabeça.

– Juvia é uma menina de cabelo azul repicado? E Gray é um menino de cabelos pretos que anda seminu?

– São eles mesmo. Lockser e Fullbuster! A família de ambos são muito ricas, Gray me contou que a Sra. Lockser já estava pensando em preparar um casamento, mas eles nem começaram ainda, são tipo ficantes, meio namorados, ninguém os entende. Mas me diz, tem que ter um menino que te chamou a atenção!

– Na verdade tem um sim, bom, ele tava me cantando na sala.

– Eu sabia, de que turma você é?

– Turma B.

– Ah! – ela pareceu desapontada.

– O que foi?

– Nada...continua. – ela continuava a parecer desapontada.

– De que turma você é? – eu perguntei e dei de ombros.

– Sou da C, estou na sala do Gray, da Levy e do Mystogan.

– Quem é Levy e Mystogan?

– Levy Mcgarden e Mystogan Fernandes. Aliás o Mystogan é irmão gêmeo de um pervertido da sua turma, e o pervertido da sua turma é o melhor amigo do Natsu.

– Hm, então sobre o menino da minha sala que me chamou atenção, ele tem cabelos azuis e uma marca vermelha no rosto.

– Não Erza!

– O que foi?

– Eu já imaginaria que seria ele, seu nome é Jellal Fernandes, irmão gêmeo de Mystogan, melhor amigo de Natsu, e é um pervertido que já pegou quase todas as meninas da Fairy tail.

– O que?

– Eu sinto muito, mas acho que não é certo você se aproximar dele, ele usa e depois joga fora. – BIP, BIP. – Desculpe, é uma mensagem do Natsu, tenho que ir. Quer se sentar conosco no refeitório?

– Não, obrigada. Estou ótima aqui, não estou com fome. Eu te procuro depois ok Lucy?

– Tudo bem! – ela saiu e antes de desaparecer no corredor se virou pra mim e gritou: - Não precisa se afastar do Jellal por minha causa, você pode fazer o que quiser. Te vejo depois!

Antes que eu pudesse responder, ela desapareceu. Fiquei alguns minutos sentada no chão, contemplando o nada. Até que me levantei e fui pelo mesmo caminho de Lucy!


Notas Finais


Espero que tenham gostado, assim como meus leitores do Nyah ?

Outras fanfics de ErChan12

Fanfic / Fanfiction My Dark Life
My Dark Life
Favoritos 1
Fanfic / Fanfiction For Me.
For Me.
Favoritos 8

Gostou da Fanfic? Compartilhe!
Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho dos outros deixando um comentário.

Para isto, Cadastre-se ou faça seu Login!


Carregando...